Publicações

Fique por dentro das novidades.

Instituto da Previdência da Prefeitura de João Pessoa fica em 3° lugar em prêmio de Boas Práticas de Gestão

Publicado em Institucionais há 2 meses, 22 dias

O Instituto de Previdência do Município (IPM) de João Pessoa alcançou o 3° lugar no prêmio de Boas Práticas de Gestão Previdenciária emitido pela Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios (ANEPREM), edição de 2022, na categoria Capitais de Grande Porte do Brasil.

“Somos o terceiro melhor Instituto de Previdência do país”, comemora a  superintendente do IPM, Caroline Agra. A premiação leva em conta as melhores práticas adotadas pelo órgão desde o atendimento, administração do fundo previdenciário, cumprimento da legislação, contabilidade, manutenção do arquivo, controle interno dos processos, cálculos atualizados e transparência na concessão dos benefícios, além da qualificação do quadro dos funcionários, no qual 70% são concursados e ter em dia o Certificado de Regulação Previdenciária (CRP).

“Agradecemos a nossa equipe pelo trabalho conjunto e esforços diários, buscando nossa qualificação, nos últimos dois anos. Trabalho árduo. Estamos felizes pela confiança dada a nossa equipe pelo prefeito da Capital no gerenciamento do órgão”, ressaltou.

Resultados positivos – A premiação da ANEPREM tem o objetivo de estimular, reconhecer e premiar unidades gestoras que desenvolvem boas práticas de gestão previdenciária por meio de ações pré-definidas como transparência, equidade, ética, responsabilidade corporativa e social.

Essa foi a segunda premiação do IPM-JP este ano. Em junho, o Instituto ficou em 7° lugar entre os Institutos de Previdência do país que possuem acima de 5 mil ativos, no ranking do Prêmio Destaque Brasil de Investimentos, da Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (Abipem), no ano de 2022. O prêmio reconhece as melhores práticas de Gestão dos Investimentos dos Regimes Próprios de Previdência (RPPS).

Para essa premiação são levados em conta os critérios de governança, os processos e procedimentos para a gestão da carteira e qualificação técnica não só dos responsáveis, mas de todo RPPS, considerando ainda os órgãos deliberativos, como Conselhos, Diretoria Executiva e Comitê de Investimentos.

Fonte: SECOM PMJP

1 de 5